Outsourcing em Desenvolvimento de Sistemas para aumentar os resultados

Inovação, economia e assertividade nos negócios são alguns dos benefícios gerados pela alocação de recursos em TI

A tecnologia está inserida no dia a dia de empresas de todos os segmentos. Nenhum negócio sobrevive sem ela. E, nesse contexto, as organizações acabam enfrentando um dilema: como ter uma equipe de TI especializada, com alta capacidade de se adequar às necessidades do negócio e ainda ter que se adaptar aos orçamentos cada vez mais restritos?

Especialmente para o nicho de mercado que não é direcionado para a área de tecnologia da informação, é desafiador para as equipes de Recrutamento e Seleção contratar profissionais que atendam às necessidades do negócio. Uma contratação errada pode se tornar um transtorno, com desperdício de tempo, custo desnecessário com treinamento, dispensa de funcionários e também encargos trabalhistas e tributários.

A velha fórmula de equipe interna e trabalho formal vem se transformando ao longo dos anos. As instituições que se destacam e estão antenadas com as tendências mundiais, procuram estratégias para a redução dos custos e otimização dos serviços prestados.

Neste contexto, o outsourcing com a alocação de recursos de TI – ou bodyshop, como também é conhecida a prática – surge como uma possibilidade para alcançar resultados, sempre com foco em maior produtividade, facilidade na gestão e garantia de qualidade. E esta opção tem ainda maior aderência para projetos pontuais, em caráter temporário.

Consultorias prestadoras de serviço se especializam cada vez mais para atender projetos específicos e direcionados, principalmente referente às demandas urgentes, por meio do regime celetista – sempre com banco de talentos escolhido a dedo para ocupar determinada função. Essa transformação agrega valor ao negócio e gera máxima performance, rentabilidade e segurança.

A expertise das contratadas aumenta também o conhecimento dos colaboradores internos da área de TI, que passam a ter a oportunidade de troca de experiência com profissionais de habilidades e especialidades complementares às suas, aumentando o nível de capacitação e performance do time como um todo.

Assim, o departamento de TI só tende a evoluir, sem ficar na ociosidade do que uma demanda esporádica poderia causar, garantindo uma gestão orçamentária bem-sucedida e mantendo o seu papel cada vez mais estratégico nas empresas – tanto pelo nível de qualidade e pontualidade das entregas, como pela capacidade de inovação.

Em resumo, o outsourcing em TI, assim como em outras áreas da empresa, também é sinônimo de economia, assertividade em contratações e direcionamento de funções. A Transformação Digital já é uma realidade que traz um mix de benefícios para as empresas e os funcionários. Os processos internos pouco a pouco se reinventam, sem perder a essência, versatilidade e a qualidade. Ponto mais uma vez para a tecnologia, que abre um universo de possibilidades.

João Gubolin

CEO da CiaTécnica

Deixe uma resposta